[Apresentando] Transmutados #1: O Desconhecido, estreia de Vanessa Tourinho

17:13

Transmutados #1: O Desconhecido | Vanessa Tourinho | 361 pgs | 2014 | Genérico Modo Editora
Olar, leitor!

Antes de qualquer coisa, preciso me desculpar pelo abandono do blog. Eu sou enrolada mesmo, isso é verdade, mas parei de publicar primeiro por causa do pré-vestibular (eu só tinha a opção de não pagar uma universidade, então precisava passar na UTFPr pq era onde eu queria cursar, e na UFPR por motivos de autoafirmação :p); e depois por causa da faculdade. Os trabalhos da facul se tornarão quase um trabalho integral, haha, tento viver no meu tempo livre. Mas sim, eu morro de saudade de colocar meus pitacos em algum lugar, e agradeço muito vocês não terem nos abandonado e sempre comentarem. 
Vocês são demais :´) Então, pra quebrar o hiato, venho com muito orgulho apresentar o livro de estreia da minha amiga Vanessa Tourinho. "O Desconhecido" é o primeiro livro de uma trilogia que, na verdade verdadeira, começa com o conto introdutório "Eu que tanto te amo" (minha primeira capa publicada, uhul!), que você pode ler no wattpad.

Vanessa vem nos contar a história de Luisa, uma garota brasileira, órfã, que descobre ter poderes (que trazem grandes responsabilidades, já dizia Tio Ben) como fazer um espécie de viagens astrais e ler pensamentos. Se achando uma aberração e ficando louca com as vozes dos pensamentos dos outros em sua cabeça (pera, isso soou meio trocadilho ruim, mas enfim...), ela quase atropela Antonio e acaba descobrindo que não é a única. Antonio a introduz ao universo dos Transmutados, pessoas que evoluiram geneticamente de forma natural e assim têm capacidades únicas como as de Luisa. Assim, ela é convidada a se tornar membro da família de Antonio, conhecendo outros goods como Richard, Camille e Maya.



Como se fosse pouco, os Transmutados, cedo ou tarde têm visões sobre o ser (transmutado ou humano) predestinado e sentem a necessidade de buscá-lo. O de Luisa está em Londres, e contrariando todos os pitacos alheios, ela parte o mais rápido possível em busca desse amor.
Mas nada é tão simples, e nem todo mundo é bonzinho, e Luisa e os outros goodpowers precisam tomar cuidado com os Bad, transmutados do mal que estão sempre procurando encrenca com os good. E geralmente por amor...

Eu não conseguia largar o livro, primeiro porque era um sonho de todos que acompanharam a Van nessa jornada da publicação, segundo porque eu PRECISAVA saber o que acontecia no próximo capítulo. Sempre acaba naquela coisa que eu chamo de "capítulo Stephen King", do tipo que deixa em aberto que algo MUITO FODA vai acontecer em breve, mas o escritor quer que você sofra o capítulo acabou, amigão, você já pode ir dormir, afinal de contas são 3 da manhã, tudo bem, o livro não vai fugir... e então o que você faz? Exato, continua lendo. :p

Uma coisa que eu achei INCRÍVEL em "Transmutados" é que as "bordas" de vilão e mocinho não são definidas. Há badpowers que se vão pro lado good da força (Richard, meu favorito, seu lindo sz), há gente aparentemente boa que diz entrar nos bad por dinheiro, e tem a Maya, que é uma categoria à parte. Digamos que ela tem uma personalidade forte. :p Amo a Maya e os barracos dela, haha. A própria Luisa não é a mocinha apaixonada sonsa (obrigada, Van), irritada ela pode ser bem mal educada tbm, sobretudo com as provocações da Maya, haha.

Outra coisa linda no livro é como a Vanessa cria laços fortes entre os personagens. Tudo é amor, mas de uma forma muito verdadeira, sem aquela melação e todo mundo se dando bem o tempo todo. Os grupos de Transmutados, apesar de não ter nenhum laço de sangue, formam famílias, sendo ligadas fortemente pela amizade, e mesmo com suas brigas e diferenças estão sempre dispostos a se doar ao outro. O sangue também fala alto quando Luisa descobre que tem um sobrinho que corre perigo.

Aaaah, mas porque eu estou ostentando dois exemplares ali em cima?? Porque #vaitersorteio!! Fica esperto lá na nossa página no facebook! ;)

Você vai gostar destes:

2 comentários

  1. Que resenha mais deliciosa é essa, Bruna? Eu queria poder escrever um comentário gigantesco, mas meu celular é lento e não me deixa fazer isso. Sendo assim, muito obrigada pelo carinho, me alegra que você tenha gostado. Ri demais com seus comentários. Essa resenha está uma delícia! ♥

    ResponderExcluir
  2. Olá, Bruna
    Tudo bem?
    Ah, já estava com saudade dos seus posts, ótimo saber que você voltou hahaha amei a resenha, a trilogia parece ser bem interessante.
    Beijos*-*
    Território das Garotas

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Translate

Arquivo