O Livro Branco: 19 contos inspirados em músicas dos Beatles por vários autores + bonus track

12:52

O Livro Branco | organização de Henrique Rodrigues | 2012 | Editora Record | No Orelha de Livro

Sejamos sinceros: não há banda mais influente que os Beatles. A obra dos caras foi adaptada para todo tipo de linguagem desde a música, passando pelo cinema até a literatura e além. O Livro Branco, que eu encontrei garimpando a sessão de livros novos e mais procurados na Biblioteca Pública do Paraná, vem provar que a banda não está na literatura apenas em forma de biografia e análise.

Os 19 contos de diversos autores organizados por Henrique Rodrigues se baseiam nas músicas e na história da banda das mais diferentes maneiras. E é isso que faz do livro TÃO bom, a diversidade. E é isso que faz você não gostar de alguns contos também, haha. Tem pra todos os gostos: histórias de amor, de desamor, dramas familiares, histórias engraçadas, histórias que trazem o quarteto como protagonistas, terror e até uma genial carta apostólica. 
"Ainda que eu falasse a língua dos ianques, sem a fé no evangelho (no rock, nos Beatles) eu nada seria." pág 141
Não posso deixar de destacar essa carta que é o último conto e o que mais me surpreendeu pela originalidade. Não sou lá muito religiosa e o conto Carta de São Paulo ao apóstolo João, por Felipe Pena, me pegou de surpresa. Todo conto traz no início um trechinho da música em que foi inspirado e a de Carta é Let it Be (there will be an answer). Mas a carta não foi inspirada somente na música mas também na acusação de que Yoko foi o pivô do fim dos Beatles. O interessante é a escrita em moldes bíblicos como se a banda fosse uma igreja, uma religião (como é pra muitos fãs). E os "versículos" ainda são explicados como se fossem mesmo muito antigos (do período helenístico do rock). Sensacional! 

A bonus track Meu Beatle Favorito, escrita por Nelson Motta (autor de O Canto da Sereia), também é muito divertida, ele conta como se tornou fã da banda e o impacto de músicas como Revolution na juventude brasileira da época.
 "Odiávamos Ob-la-di-ob-la-da com sua ligeireza juvenil abobalhada. Embora assinada pelos dois, esta devia ser de Paul sozinho, eu pensava, John não faria uma bobagem dessas, John deve ter feito Revolution sozinho.
Quanta bobagem se pensa aos 20 anos". pág 149
Cheguei até a me emocionar (leia "suor" escorrendo pelos meus olhos) com o conto Blackbird, da Stella Florence. E também ri horrores com o quarteto fumando maconha no banheiro e "prevendo o futuro".
"'Eu sou um elefante marinho.'
'Mais tarde. A gente ainda da na fase do iê iê iê. A fase psicodélica também vai começar daqui a dois anos.'
'Psico o quê?'
'Psicodélica. Vamos ser hippies. Já ouviu falar em LSD?'
'Que porra é essa?'
'Não sei. Ainda não inventaram.'" pág. 70
Ainda não tenho meu exemplar, mas posso dizer que construí uma relação de carinho enorme com o livro. E isso apenas nas menos de 24 horas que passei lendo ele, haha. Acho que foi a mesma sensação de assistir Across the Universe, inexplicável em poucas palavras. Mas fica um aviso: se você conhecer a música dos caras e pelo menos um pouco das letras vai aproveitar melhor o livro. Caso contrário vai deixar de perceber muitas referências ao longo dos contos. E corre até o risco de ficar sem saber o que o conto tem a ver com a música citada no início.

13 de julho, o dia do Rock tá aí! Se ainda não conhece muito, vá ouvir Beatles que o livro logo volta pra BPP e você vai poder encontrá-lo lá!

Mas me conte, em que música você se inspiraria para escrever um conto? 

Você vai gostar destes:

6 comentários

  1. Naum faço a menor ideia, mas acho que teria que ser uma musiquinha suave...
    bjos
    http://valmedrado16.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei a ideia! Acho que me inspiraria em músicas do Renato Russo, as músicas dele são praticamente um conto ^^

    ResponderExcluir
  3. Gostei do suor escorrendo pelos seus olhos. Beijo e obrigada pelo carinho! (Stella Florence)

    ResponderExcluir
  4. Palavras de uma Beatlemaníaca assumida, quero muitoo ler esse livro. Adorei a resenha e se a sensação é a mesma que assistir Acroos the universe vai ser muito bom...

    ResponderExcluir
  5. Nossa amei o post, sou fanático por Beatles, e com certeza quando for em alguma livraria irei comprar um exemplar!! Acho que a música 'let it bleed', dos rolling stones me inspiraria na escrita de um conto!!

    Amei o blog!

    Comecei um blog agora, se puder dar uma olhadinha, por favor ficaria grato!

    Abraços

    http://justmatheus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eleanor Rigby que fala da solidão das pessoas idosas daria um tema sensacional.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Translate

Arquivo