600 caras, uma estrela pornô, um recorde: Snuff, de Chuck Palahniuk

20:07

Snuff | Chuck Palahniuk | 2008 | Rocco | Pertence à Biblioteca Pública do Paraná | imagem retirada daqui - no skoob
"600 caras
Uma rainha do cinema pornô. 
Um recorde mundial. 
Um assassinato diante das câmeras." - contracapa

 Não consegui desgrudar os olhos de Snuff. Essa é a verdade. Comecei a ler o livro na volta da biblioteca, de tarde e, mesmo com uma dor de cabeça horrorosa, só consegui dormir depois de ler a última frase às três da manhã. E foi assim que, sendo esse o primeiro livro que leio dele, Chuck Palahniuk não saiu da minha cabeça.

E isso que os fãs dizem que esse livro nem é tão bom assim, hein... Mas acho que em qualquer livro que eu descobrisse o Chuck ficaria fascinada. É que o cara é simplesmente genial. Assim como já falei aqui, o autor pensa fora da caixinha, tem um estilo escrachado de escrever e as histórias são recheadas de cenas grotescas, que, acredite ou não, ficam até engraçadas. Há também diversas curiosidades encaixadas no decorrer da história. Se você não gostar da história em si, pelo menos terá aprendido várias coisas talvez inúteis, mas interessantes.



Em Snuff, Cassie Wright estrela do cinema pornô, quer estabelecer um novo recorde transando com 600 caras. Sua jovem assessora Sheila organiza a parada toda e a história já começa com os caras reunidos, se preparando e aguardando o chamado para entrar pra história. Quem nos conta a doideira toda são quatro personagens que se alternam entre os capítulos. São eles os candidatos nº 72, 137 e 600 e Sheila. Cada um mais esquisito que o outro e piorando à medida que relatam suas próprias histórias. São personagens diferentes e interessantes que enquanto num primeiro momento não aparentam nada em comum, vão nos surpreendendo no decorrer desse grande dia.

A história, no mínimo curiosa, que você não tem ideia de onde vai parar, aliada ao humor negro de Chuck e o suspense explicam porque não consegui largá-lo. Como disse Borges um artigo sobre um livro só seria justo transcrevendo-o por inteiro (ou coisa do tipo), espero que esses sejam também motivos para você se interessar nesse excelente livro.

No site oficial do Chuck você encontra mais informações sobre o livro e vídeos hilários, incluindo uma entrevista do autor com uma Cassie Wright travesti, distribuição de bonecas infáveis & divertidos trailers de filmes pornô estrelados pela nossa estrela decadente Cassie.

Oi, eu sou o Chuck, um beijo.

Você vai gostar destes:

4 comentários

  1. Temo que me tornarei repetitiva, mas adoro encontrar essas resenhas incomuns no Sobre Café e Livros (:
    Adoro esse blog <3
    Não sei o que aconteceu mas esse eu entrei numa onda de ler livros água com açúcar e só por isso ainda não li essas indicações maravilhosas que encontro por aqui ... embora não seja o que tenho sentido vontade de ler no momento eu SEMPRE fico com vontade de ler os livros por ti resenhados (:

    Abraços.

    P.S: Adorei as imagens ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho, Mônica! ^-^
      Realmente de água com açúcar pra Irvine Welsh é uma mudança brusca, mas se tiver oportunidade, leia, sim! :)

      Excluir
  2. haha Adorei a ultima foto. Parece ser bem legal pelo que você disse. Nunca ouvi falar dele :(
    Te indiquei para um selinho la no blog! Espero que goste :D
    http://www.blogsonhoselivros.blogspot.com.br/2013/05/selos-memes-literarios-4.html

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Translate

Arquivo