À Primeira Vista: um livro sessão da tarde, de Nicholas Sparks

12:37


Sinopse do skoob | At First Sight | Editora Arqueiro | 256 páginas 


Há uns dois anos assisti O Diário de uma Paixão (The Notebook) e achei lindo, chorei horrores. Chorei também na segunda vez que assisti. Então soube do livro em que foi baseado e comecei a ler. Não consegui. Amei o filme e achei o livro chato.

Recentemente peguei emprestada uma edição da Seleções, da Reader's Digest, e um dos livros é À Primeira Vista, do famosérrimo e bem quistíssimo Nicholas Sparks, também autor de The Notebook. Com um pé atrás, mas também curiosa, comecei a ler.

À Primeira Vista é um livro estilo Sessão da Tarde. Levíssimo, divertidinho e bem, dá pra ler em uma tarde. Beeem água com açúcar. Não sei nos outros livros que não li, mas neste, Sparks toma todo o cuidado do mundo com o vocabulário e usa muitos clichêsinclusive nos diálogos que você sente que já leu/assistiu a inúmeros iguais. E se não bastasse, tem poucas surpresas e as que tem, são pouco exploradas, acabando bem como se nada nunca tivesse acontecido. Assim o livro se torna completamente previsível. A única coisa pela qual eu esperava ansiosamente saber era sobre qual doença eu aprenderia nesse livro. Não vou dizer só pra não dar o único spoiler que vc poderia ter sobre a história.


Possíveis protagonistas?
Como é de se saber as histórias de Sparks são românticas e seguem uma fórmula que geralmente traz uma doença pra fazer a leitora chorar. Mas essas coisas pra mim, em livro, não funcionam. Apenas a desgraça que acontece na vida dos personagens não é capaz de me fazer chorar. Na escrita clichê do Sparks isso se tornou apenas um fato, não convenceu. E eu não consegui entender por que o Publishers Weekly se referiu a ele como "leia com uma caixa de lenços de papel à mão". Então, sinceramente não sei se tenho problemas com histórias românticas ou se o livro é mal escrito mesmo. Façam suas apostas, mas me conhecendo bem como conheço, voto nas duas. 

Claro que a minha filosofia de leitura - para compensar minha teimosia em ler um livro que sinto que não vou gostar - é que mesmo um livro não tão bom sempre te passa algo. E a mim passou um medo terrível de ter filhos, haha. Brincadeiras à parte, também aprendi que existe uma cidade chamada Boone Creek. E também fiquei muito feliz por não ter me casado depois de apenas seis semanas.

E pra terminar, além de votar na questão acima, me indiquem livros bons do Nicholas, galere!

Você vai gostar destes:

15 comentários

  1. Acho que sofro deste problema também, comecei a ler Querido John e gostei mas não o suficiente. Te recomendo ele, é uma história bem legal, aposto que você vai chorar. Eu só li até a terceira parte e chorei horrores. Enfim, recomendo a ti, Querido John, não acho que você vai goooooostaaaar mas, você com certeza achará melhor que esse e que Diários de uma paixão.

    http://devaneioexcessivo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Anne! Obrigada pela indicação! :D

      Excluir
    2. Gostei Muito do livro "O Milagre!"

      Excluir
  2. Sabe qual é o maior problema de todos os blogueiros? Tentar não dar spoiler e falar o nome do Sparks, haha. É inevitável:

    "Estou lendo um livro"
    "Ai que legal, de quem que é?"
    "Do Nicholas Sparks"
    "Ah, tá, já sei a história..."

    Não curto autores que já possuem uma fórmula para escrever, parece que só tentam lucrar, enquanto outros tentam se reinventar. E, sendo sincero, não gosto nem dos filmes inspirados pelos livros do Nicholas, acho tudo muito ensolarado, sempre tem algum ator/atriz com cabelos louros e mais Hollywood que isso é só o canal E!

    Abraços, www.garotodoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda acho que o maior erro é contar a história inteira da obra nas resenhas hauha

      Realmente, Nic é o rei do clichê! Também não curto esses autores, mas sempre que tenho oportunidade (de não gastar meu dinheiro com eles, mas de conhecer) leio pra poder argumentar. :B Ainda bem que esse só me tomou uma noite lendo.

      Até e obrigada. :)

      Excluir
  3. Também acho que todo livro tem algo a nos passar por pior que seja!
    Nuncali Nicholas Sparks mas acho que quando eu estiver num daqueles momentos de querer ler romances lerei e ouso dizer que possivelmente chorarei ... eu chorei lendo 'Anna e o Beijo Francês .-."
    Ah, também chorei quando assisti The Notebook ;***

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho um livro mais lindo pra vc, Mô: A história de um Casamento, do Andrew Sean Greer. Li ele quando também estava a fim de ler uma história de amor e amei. Emprestei pra Van Tourinho e ela também amou, então, acho que é realmente melhor que Sparks, hauhua.

      Beijos!

      Excluir
    2. SIM! A história de um casamento <3
      Livro perfeito, obrigada por me emprestar, Bru!

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Hei, Bru! :)
    Vou lhe confessar que sempre que vejo o nome Nicholas Sparks, faço cara feia, de desdém. Não posso evitar, eu tento, mas não consigo.
    Não é que as histórias dele sejam ruins, mas é sempre a mesma coisa.
    Romances do tipo que ele escreve, não me atraem. São bonitos no cinema, até conseguem me fazer chorar, mas como livro... :S
    Nunca li nenhum livro do Sparks, mas já ganhei alguns, que estão (quase que literalmente) mofando na estante. Vai ver é só implicância minha, e quando eu conseguir quebrar esse preconceito pelos romances dele, até goste da leitura.
    Mas, por enquanto, os únicos romances que leio, são aqueles com mais conteúdo, tipo A História de Um Casamento. <3
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Acho que não há indicação do Sparks que você vá gostar... Mas arriscaria dizer que o melhor dele é A última música, clichê como sempre, maaaaaas quem sabe...

    ResponderExcluir
  7. Sou uma grande fã do Nicholas Sparks... mas compreendo o receio que muitos têm em relação a seus romances. O último livro que li dele foi Diário de uma paixão - bem como também foi a última adaptação cinematográfica que assisti de um livro seu - e, estranhamente, não só pelo conselho que um amigo havia me dado, o qual não havia gostado do livro, mesmo assim devido a todos os comentário a favor do livro e do filme, que diziam ser emocionante, resolvi comprar o livro e assistir ao filme depois de lê-lo, no entanto, nem o livro, tampouco o filme me emocionaram - não sei porquê, talvez pela minha idade... de repente percebo que as pessoas que amaram e se emocionaram tinham mais idade e mais experiência que eu e meu amigo, na verdade acho que esperávamos algo mais sentimental e menos carnal do que foi apresentado no livro.

    De qualquer forma, tenho uma longa lista de livros da fórmula de Sparks que me cativaram - e aconselharia que tirassem da cabeça a ideia de que suas obras são sempre as mesmas.

    Provavelmente meu livro preferido dele é 'O melhor de mim', que me surpreendeu profundamente - e, sobretudo, é diferente do que você possa estar imaginando por seu um romance do Sr. Nicholas. Recomendo!
    Outros livros de que gosto muito são 'Um Amor para Recordar', 'A última música', 'Querido John' (que foi o primeiro a me fazer chorar), 'Um homem de sorte', 'A escolha' (embora não tenha gostado do desenrolar da história, a primeira parte me fez rir muito!), entre outros, que embora parecem clichês, podem ser fascinantes!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Anônimo, primeiro devo dizer que fico feliz por todos os comentários (menos os xingamentos, claro), mas realmente adoro quando se aprofundam em suas opiniões assim! haha
      não lembro se falei isso no post, mas eu chorei horrores com o filme "diário de uma paixão", acho lindo, haha. Mas o livro não consegui :/
      Realmente, livros que pareçam clichês ou "bobinhos" muitas vezes podem ser surpreendentes!
      Beijo e obrigada!

      Excluir
  8. Olá, sou super fã do Nicholas, já li quase todos os livros, mas concordo que é tudo clichê e bem previsíveis. Mas mesmo assim, sempre me emociono, choro horrores e fico esperando o próximo lançamento, rs. Fazer o que, gosto é gosto né? Mas já que você pediu pra indicar um livro dele, como você já tem um bloqueio de todo jeito não deve gostar. Mas acredito que O Guardião, Um Porto Seguro e O melhor de mim sejam mais indicados pra talvez você não achar tão ruim, pq pelo menos pra mim, teve uma emoção maior, fugindo um pouco desse lance de doença. Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Concordo plenamente com você! Já tive uma recaída(rs) em que não conseguia ler nada eentão peguei Querido John e devorei-o rapidinho. É fácil, divertido, mas é muito bobinho e fico impressionada com o tanto de gente falando TÃO bem dele. É natural do ser humano querer explorar assuntos que nos deixam frustrados, neste caso a doença, mas será que Sparks não apela de mais, não?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Translate

Arquivo