[Eu li e Assisti] As Vantagens de ser Invisível - Stephen Chbosky

18:16


The Perks of Being a Wallflower | 1999 | 223 páginas | Rocco | Todos os livros e filmes citados

As Vantagens de Ser Invisível foi adaptado para o cinema em 2012 e então o livro estourou na internet, virando o queridinho de muuitos leitores/blogueiros. Vou confessar que a primeira vez que li sobre o livro fiquei apaixonada. Primeiro porque tem esse título fantástico e adoro títulos grandes e/ou curiosos. Depois, porque o filme tem o Ezra Miller, divoníssimo no papel de Patrick. E então eu consegui ler esse ano. Em vez de fazer dois posts pra "vender mais" prefiro escrever em um só minhas impressões sobre o livro e o filme, ok? Vamolá! :)

O livro é escrito em cartas (Jostein Gaarder feelings <3) do Charlie para um destinatário desconhecido - e eu, claro, preferia pensar que era pra mim, o que não faz muito sentido, mas tudo bem - onde acompanhamos um ano letivo inteiro. Charlie perdeu o único amigo, é cheio dos "probleminha", mas também é um garoto extremamente sensível e fofo. Ele trata com naturalidade os assuntos mais pesados e isso torna o livro muito sutil, mesmo com tantos temas polêmicos sendo abordados. E a lista é mesmo longa: desde os clichês em livros juvenis como drogas e sexualidade até o abuso sexual e suicídio, passando pela homossexualidade. Tudo, como já disse, tratado com naturalidade e sutileza, tornando o livro leve e profundo ao mesmo tempo. Se é que isso é possível e eu não esteja viajando...


Ezra Miller sendo divo +  Emma Watson dando suporte. E atrás, Tim Curry, que é também o bizarro IT.
Além do Charlie, eu também caí de amores pelo seu novo amigo gay, Patrick ou Nada. Ele é ousado, cheio de vida e Ezra Miller (do também excelente Precisamos Falar Sobre Kevin) caiu como uma luva! James Franco que o diga! O Logan Lerman (Percy Jackson) com aquela carinha de pastel também ficou perfeito como Charlie! A Sam, claro, é indispensável, mas eu achei a mais sem graça do trio. Talvez porque os meninos tenham uma presença muito forte e a Sam (a Emma Watson gracinha) acabe tendo que ser mais responsável e cuidando muito do Charlie algumas vezes. 

Mas o que realmente me fez ficar extremamente encantada pelo livro foram as referências culturais que ele traz. MARAVILHOSO! Nunca vi um autor fazer isso também! Já vi certo autor de uma certa "distopia" recente jogando um monte de referências num livro e se saindo muito mal, isso sim... Parecia que o autor em questão queria dar um ar mais cult ao livro e ficou parecendo um idiota. Mas Stephen Chbosky, em As Vantagens de ser Invisível, conseguiu citar muitos livros, filmes e músicas maravilhosos com muita naturalidade, sempre num contexto. E isso foi delicioso, fiz algumas listas pra vocês e vou soltando ao longo da semana (ai, como eu sou má). A única coisa que faltou no filme foi dar mais destaque pra esse ponto tão forte do livro.

"Listinha" dos livros/filmes e Playlist do livro em breve!
Sempre que leio um livro infanto-juvenil penso se gostaria que meus possíveis filhos o lessem também. E esse passou no teste. Além de falar sobre a juventude de uma forma menos clichê, ainda aborda muitos problemas reais e de quebra, te deixa com vontade de ler todos aqueles livros, assistir aos filmes, ouvir as canções e acabar estreitando laços com a história. Perfeito! 


- quotes:
"(...) tenho muito interesse e fico fascinado em ver como as pessoas se amam, mas não gostam realmente umas das outras."

"Eu só queria saber o que comprar para meu pai porque eu o amo. E eu não conheço ele."

"Às vezes eu olho pra fora e penso que um monte de gente já viu essa neve antes. Assim como penso que um monte de outras pessoas leu aqueles livros antes. E ouviram aquelas canções. E eu me pergunto como elas estão se sentindo essa noite." (me identifiquei, haha)

"Acho que a ideia é que cada pessoa tem que viver a própria vida e depois compartilhá-la com outra pessoa." (ah, se eu tivesse lido antes de me casar essa frase estaria no convite, haha)

"Eu me sinto infinito."

Você vai gostar destes:

2 comentários

  1. Amei a resenha, Bru!! Ainda não li, mas concordo com o seu comentário lá no blog (adorei que você voltou lá para atualizar o status kkkk) EZRA DIVANDO ETERNAMENTE. Ele é ótimo, né? E o Logan, com aquela carinha do meme OK, tadinho, vontade pegar no colo e cuidar hehehe

    Adorei as quotes que você escolheu!!

    Beijão :*

    http://twbmwbrazil.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Pois é quem só viu o Ezra no Precisamos falar Sobre Kevin não sabe do espetáculo a metade... E todo mundo que falou mal de Percy Jackson devia ver o Logan aqui, haha.

      Beijo! :D

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Translate

Arquivo